quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Blogueir@s, ativistas nas Redes Sociais e Cultura Digital se reuniram na noite de 27 de dezembro no Largo da Ordem



Igual ao Original postado por ParanaBlogs

Posted on by ParanaBlogs
Blogueir@s, ativistas nas Redes Sociais e Cultura Digital se reuniram na noite de 27 de dezembro no Centro de Curitiba para comemorar um ano de muitas vitórias do nosso movimento e planejar as atividades para o próximo ano.
Entre uma cervejinha brasileira e uma vodca russa, entre uma piada e um assunto sério, os mais de 20 participantes listaram os desafios que nos esperam nos próximos anos e chegaram à algumas conclusões.
Debatemos e reafirmamos a necessidade do Movimento de Blogueir@s no Paraná manter seu caráter horizontal, amplo, aberto, plural, democrático e independente de partidos políticos, governos, empresas, sindicatos e outros movimentos com quem mantém relações de parceria e cooperação baseadas na autonomia e respeito mútuos.
- a realização de uma atividade de apresentação do livro “A Privataria Tucana” com a presença do autor Amaury Ribeiro Jr., além de outras autoridades que investigaram o caso da privatização do Banestado e os esquemas que usaram o banco estatal paranaense para lavagem de dinheiro.
- a publicação de um livro com os melhores posts, artigos, d@s blogueir@s paranaenses em 2011 e o papel da blogosfera nas comunicações no estado e no país.
- participar, apoiar e estimular debates sobre a criação de um Jornal Público Nacional (que não seria nem estatal nem privado, mas mantido pela própria comunidade de jornalistas e blogueir@s que o fundarão) para discutir os grandes temas nacionais e quebrar com a censura privada imposta pelos meios de comunicação comerciais e patronais.
- fazer do ParanáBlogs um agregador de blogs do Paraná.
- apoiar o desenvolvimento e o lançamento do Blogoosfero (prevista para janeiro de 2012).

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Festa de fim de ano PCdoB Porto Alegre!



Festa de fim de ano PCdoB Porto Alegre venham todos comemorar!
  

o    Quinta-feira, 15 de Dezembro de 2011
o    Hora : 19:30 até 22:30
·          
Onde
: Salão da Igreja Pompeia - Barros Cassal, 220


Descrição
 Show com a banda Tamanco no Samba
 Ingressos: R$ 3,00
 Comes e bebes serão vendidos no local


segunda-feira, 28 de novembro de 2011

SEMINÁRIO INTERNACIONAL DO CEBRAPAZ NACIONAL em SP


O CEBRAPAZ – Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz realiza mais um Seminário Internacional com o tema: “Os direitos humanos na perspectiva da construção de uma cultura de paz”.
Este evento tem o objetivo de conhecer e debater quais os projetos desenvolvidos em várias regiões do globo na construção de uma cultura pela paz. O intercâmbio de experiências dos movimentos de diversos países na luta pela paz, sem dúvida alguma é uma importante ferramenta para aprofundar os laços de solidariedade e avançar na discussão dos desafios da luta dos povos por soberania, paz e justiça.
Desejamos um Seminário enriquecedor nos debates e com potencial para propagar suas conclusões a todos que pleiteiam um mundo livre da opressão e das guerras.
*No final do evento será emitido um certificado de participação com a carga horária de 12 horas*
* *
*Data: *02 e 03/12
*Local:* Hotel Boulevard São Luis - Avenida São Luis, 234 - Centro 

domingo, 27 de novembro de 2011

Novo Código Florestal Próximo da Aprovação pelo Senado




O Senado está a um passo de concluir a votação do novo Código Florestal. O Salão Verde desta segunda-feira analisa o texto recém-aprovado pela Comissão de Meio Ambiente e as expectativas para a votação do código pelo Plenário do Senado. Ambientalistas e ruralistas continuam tendo visões diferentes sobre o projeto. Nesta semana, o programa também traz os detalhes de uma parceria firmada pela Agência Nacional de Águas e o Instituto Ethos para o desenvolvimento de indicadores para o cálculo de consumo de água pela indústria e a agricultura. A ideia é ajudar empresas e produtores a reduzir o desperdício. O Salão Verde vai ao ar na segunda-feira, às 7h, com reprise às 11h05. Apresentação: Ana Raquel Macedo e Mônica Montenegro. 

Envie sugestões, elogios ou críticas ao programa:radioagencia@camara.gov.br

Salão Verde da Rádio Câmara sobre o Código Florestal e outras informações:



Copiar Arquivos: Arquivo de áudio WMA estéreo Arquivo de áudio MP3 estéreo




terça-feira, 1 de novembro de 2011

Texto de Ricardo Costa de Oliveira



Este magnífico texto foi escrito pelo Prof. Ricardo Costa de Oliveira, e postado incialmente em seu perfil do Facebook, mostrando a sua indignação diante de pessoas que estão fomentando a campanha de Lula se tratar no SUS, além de todos aqueles que ironizam a sua doença.

Ricardo Costa de Oliveira:

Eu apoio o Estado Democrático de Direito e você apoiou o autoritarismo, o arbítrio e a prepotência.
Eu apoiei o Lula na greve de 1978 e você apoiou a repressão da ditadura.
Eu apoiei a Anistia e você apoiou a tortura.
Eu apoiei a Abertura e você apoiou o Puma do Riocentro.
Eu apoiei a Redemocratização partidária em 1980 e você apoiou a continuidade da ARENA.
Eu apoiei a Oposição na eleição de 1982 e você apoiou o PDS.
Eu apoiei As Diretas Já em 1984 e você apoiou o Maluf e o General Nini no cavalo branco.
Eu votei no Lula em 1989 e você votou no Collor.
Eu apoiei o Impeachment do Collor em 1992 e você apoiou o PC Farias.
Eu votei no Lula em 1994 e 1998 e você votou no neoliberalismo entreguista do PSDB.
Eu votei no Lula em 2002 e nós começamos a mudar o Brasil enquanto você ficou com a Regina Duarte e o medo.
Eu apoiei o combate à corrupção em 2005 e você apoiou o partido da imprensa golpista.
Eu votei no Lula em 2006 e nós continuamos a mudar o Brasil enquanto você votou na volta ao século passado.
Eu votei na Dilma em 2010 e nós demos continuidade às mudanças no Brasil e você continuou a perder para o Novo Brasil.
Eu apoio o Brasil Forte e Soberano como País de Todos e você apoiou o Brasil privatizado, subalternizado e colonizado.
Eu apoio o Lula em 2011 e para você só restou apoiar o câncer e outras maldições!
Ricardo Costa de Oliveira nasceu na Cidade do Rio Janeiro em 21 de Agosto de 1964. Estudou Ciências Sociais e Doutorado – UNICAMP (1994-2000).
Atualmente mora em Curitiba-PR, onde é Professor da UFPR (Universidade Federal do Paraná).


segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Comitê Para a Anistia dos Trabalhadores Rurais


Comitê Para a Anistia dos Trabalhadores Rurais Condenados Pelo Massacre de Corumbiara e Indenização a Todas as Vítimas do Massacre.

O caso dos envolvidos no Massacre de Corumbiara já foi reconhecido Internacionalmente, agora falta a nós, por meio do Proj. Lei do Dep. Fed. João Paulo Cunha (PT), fazermos a nossa parte, por isto urge a aprovação do projeto, antes que a bancada ruralista (UDR) faça pressão para que isto não ocorra, por isto devemos fazer a nossa parte, senão procuraremos Organizações Internacionais para pressionarem o mais rápido possível a aprovação deste projeto, uma vez que a própria OEA já condenou o Massacre. 

Com esta justificativa pedimos a todos que mandem um e-mail para que os Deputados, abaixo, aprovem o mais rápido possível o Projeto.


EXCELENTÍSSIMOS SENHORES DEPUTADOS:

A luta pelo acesso a terra prossegue transformando militantes da causa da luta pela terra, em vitimas das arbitrariedades e injustiças praticadas pelos agentes públicos.


Solicitamos aos Senhores Deputados que transformem em Lei o Projeto (2000-2011 do deputado João Paulo Cunha para que, dessa forma, Claudemir e Cícero sejam anistiados e possam retomar suas vidas e contribuir para o melhor estar da sociedade.

PRIMEIRO PASSO :
  • COLOCA SEU NOME COMPLETO AO FINAL DA CARTA
  •  RG;
  • PROFISSÃO;
  • CIDADE ­– ESTADO;
  • ENTIDADE (Se houver).

Justificativa: “Na madrugada do dia 09/08/95 o acampamento da Santa Elina em Corumbiara, Estado de Rondônia, foi cercado por todos os lados e começou o que foi o massacre de Corumbiara. Os posseiros foram pegos de surpresa, pois era noite escura e eles estavam desmobilizados. Não sobrou nada do que os camponeses haviam levado para começar o que seria uma vida nova. Os posseiros foram presos, mortos e torturados e o acampamento foi completamente destruído”
Esse relato, encontramos em Corumbiara: o massacre dos camponeses. Rondônia/Brasil 1995. Scripta Nova, Revista Electrónica de Geografía y Ciencias Sociales, Universidad de Barcelona, vol. VI, nº 119 (41), 2002. [ISSN: 1138-9788] http://www.ub.es/geocrit/sn/sn119-41.htm) da Profa. Helena Angélica de Mesquita.

Ver também:


quinta-feira, 8 de setembro de 2011

PROJETO DE LEI N.º 2.000, DE 2011


CÂMARA DOS DEPUTADOS

PROJETO DE LEI N.º 2.000, DE 2011
(Do Sr. João Paulo Cunha)
                                                                       
Concede anistia aos trabalhadores rurais de Rondônia punidos no episódio conhecido como "Massacre de Corumbiara".




DESPACHO:
ÀS COMISSÕES DE:
AGRICULTURA, PECUÁRIA, ABASTECIMENTO E DESENVOLVIMENTO RURAL E
CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA (MÉRITO E ART. 54, RICD)

APRECIAÇÃO:
Proposição Sujeita à Apreciação do Plenário


PUBLICAÇÃO INICIAL

Art. 137, caput - RICD

terça-feira, 9 de agosto de 2011

COMITÊ PARANAENSE PELA VERDADE, MEMÓRIA E JUSTIÇA

Convidamos a todos a participarem do lançamento do COMITÊ PARANAENSE PELA VERDADE, MEMÓRIA E JUSTIÇA, no próximo dia 23 de agosto no AUDITÓRIO DO INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ, Rua João Negrão, 1285 – Rebouças - Curitiba, às 19 horas.

Uma luta de todos os brasileiros para o resgate da VERDADE, DA MEMÓRIA E DA JUSTIÇA como parte da afirmação dos direitos humanos no país. O Projeto de Lei PL 7376/2010, que trata da instalação da COMISSÃO DA VERDADE, foi enviado pela Presidência da República para o Congresso Nacional. Neste segundo semestre a matéria deverá ser examinada. O momento exige a intensificação de nossa mobilização e organização dos sindicatos, universidades, escolas, movimento estudantil, movimentos sociais, bairros, trabalhadores, para assegurarmos a implantação de uma COMISSÃO DA VERDADE efetiva e com disposição e amplos poderes de investigação de nosso passado histórico, compreendido pelo período conhecido como Ditadura Militar, de 1964 a 1985.

Nossas bandeiras de luta começam por uma ampla e rigorosa apuração dos crimes de violação dos direitos humanos praticados pela ditadura militar, a abertura de todos os arquivos da repressão com ênfase nos arquivos militares, a responsabilização dos torturadores e assassinos, agentes públicos, envolvidos nesses crimes de lesa humanidade.

PELO DIREITO À VERDADE, À MEMÓRIA E À JUSTIÇA

DITADURA NUNCA MAIS.

domingo, 29 de maio de 2011

CARTA ABERTA A PRESIDENTE DA REPÚBLICA DO BRASIL p/ Profª Drª Neusah Cerveira

EM DEFESA DA JUSTIÇA EM DEFESA DAS LUTAS SOCIAIS EM DEFESA DA REFORMA AGRÁRIA.
ASSIM COMO CHICO MENDES, MORRE O HOMEM CRIA-SE O MÁRTIR.
HOMENAGEM AO LÍDER DO MOVIMENTO CAMPONÊS CORUMBIARA ADELINO RAMOS (Popular Dinho).



CARTA ABERTA A PRESIDENTE DA REPÚBLICA DO BRASIL
Natal/RN 29/05/2011
Presidente Dilma,
Antes de mais nada, quero me apresentar: sou a Profª Drª Neusah Cerveira, filha do desaparecido político Major Joaquim Pires Cerveira. Mas, a razão da minha carta não se refere a meu pai, nem a tragédia que se abateu sobre nossa família até hoje sem termos o direito de enterrar nosso pai.
A Srª deve estar muito bem informada por seus Ministros dos assassinatos de ativistas sociais que estão acontecendo nos últimos dias na Região Norte do país. Foram três em menos de uma semana, de forma covarde, cruel e obviamente, crimes encomendados.
Sabemos, o Brasil inteiro sabe e agora o mundo inteiro saberá que existe uma lista de “marcados para morrer”.
O crime desses companheiros é o de defender nossas florestas e denunciar o contrabando ilegal de madeira e outros tipos de “irregularidades” dos grandes latifundiários que dominam a região! Não vou nominá-los porque seriam os nomes em alguns casos vergonhosos para nosso País! (OS LATIFUNDIÁRIOS ENVOLVIDOS) Principalmente, para a nossa débil democracia, conquistada com o sangue e a dor de tantos que tombaram para que a Senhora hoje tivesse condições de ocupar o mais alto cargo da Nação!
Não vou me estender, nem ocupar seu tempo, porém advirto que não vamos tolerar que essa macabra “lista de marcados para morrer” prossiga da forma impune com que têm sido tratados os assassinatos de ativistas sociais e de direitos humanos, tratados com morosidade judicial e total impunidade!
Não preciso dizer a senhora como dói para uma família ver seu pai executado dentro do carro enquanto passeava com sua família! Como dói Para crianças perder pai e mãe executados...
Cadê a DEMOCRACIA Presidente Dilma? Veja bem que meu pedido não trata de crimes de 40 anos atrás e sim do aqui do hoje e do amanhã!
Uma palavra sua, e esses assassinatos acabam! Ordene que acabem, por favor! Construa uma democracia que faça jus a sua HISTÓRIA de luta! Mostre a que veio Presidente!
Com confiança e respeitosamente,
Profª Drª Neusah Cerveira

sábado, 28 de maio de 2011

NOTA PÚBLICA | Sobre o assassinato do líder camponês Adelino Ramos, na localidade de Vista Alegre do Abunã, em Rondônia.

EM DEFESA DA JUSTIÇA EM DEFESA DAS LUTAS SOCIAIS EM DEFESA DA REFORMA AGRÁRIA.

ASSIM COMO CHICO MENDES, MORRE O HOMEM CRIA-SE O MÁRTIR.

HOMENAGEM AO LÍDER DO MOVIMENTO CAMPONÊS CORUMBIARA ADELINO RAMOS (Popular Dinho).


Secretaria de Direitos Humanos

NOTA PÚBLICA | Sobre o assassinato do líder camponês Adelino Ramos, na localidade de Vista Alegre do Abunã, em Rondônia


PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS

SECRETARIA-GERAL DA PRESIDÊNCIA

NOTA PÚBLICA

Sobre o assassinato do líder camponês Adelino Ramos, na localidade de Vista Alegre do Abunã, em Rondônia, a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e a Secretaria-Geral da Presidência da República vem a público manifestar:

1 – Adelino era uma liderança reconhecida na região Norte do país, sendo presidente do Movimento Camponeses Corumbiara e da Associação dos Camponeses do Amazonas. Dinho, como era conhecido, morava num assentamento do Instituto de Colonização e Reforma Agrária (Incra) com outras famílias e seu grupo buscava regularizar sua produção. Segundo lideranças locais, ele vinha recebendo ameaças de morte de madeireiros da região. Na manhã de hoje, na companhia de sua família, ele foi executado a tiros no município localizado na divisa dos estados de Rondônia, Acre e Amazonas. Cabe ressaltar que ele era um remanescente do massacre de Corumbiara, de 9 de agosto de 1995, que resultou na morte de 13 pessoas.

2 – O assassinato de Adelino Ramos merece o nosso total repúdio e indignação. Há três dias o Brasil se chocou com a execução de duas lideranças em circunstâncias semelhantes, no Pará. Hoje, mais uma morte provavelmente provocada pela perseguição aos movimentos sociais. Essas práticas não podem ser rotina em nosso país e precisam de um basta imediato.

3 – Segundo levantamento conjunto da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos e da Ouvidoria Agrária Nacional, desde 2001, já foram registrados 71 assassinatos em Rondônia motivados por questões agrárias. Mais de 90% dos casos ficaram sem punição.

4 – Imediatamente ao recebimento da notícia, entramos em contato com a Polícia Civil, com o governador do estado de Rondônia e com a Polícia Federal, exigindo a mais rigorosa atitude para investigar o caso e punir os criminosos, tanto os executores como possíveis mandantes. É necessária uma ação enérgica e exemplar. Só coibiremos essa violência absurda quando acabarmos com a impunidade.

5 – O governo brasileiro não tolera que crimes como esses aconteçam e fiquem impunes no nosso país. Nesta semana, a presidenta Dilma Rousseff já determinou que a Polícia Federal acompanhe as investigações no Pará, numa atitude enérgica e clara de que crimes como esses não podem se tornar uma prática rotineira em nosso país. Acompanharemos de perto os desdobramentos para garantir justiça. É isso que se espera de um Estado democrático de direito e é assim que o governo procederá.

Brasília/DF, 27 de maio de 2011

Maria do Rosário Nunes

Ministra-chefe da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República

Gilberto Carvalho

Ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República

Tirado de: http://www.direitoshumanos.gov.br/2011/05/27-mai-2011-nota-publica-sobre-o-assassinato-do-lider-campones-adelino-ramos-na-localidade-de-vista-alegre-do-abuna-em-rondonia

sexta-feira, 13 de maio de 2011

O Petição Pública Brasil surge na sequência de uma lacuna, no Brasil, em relação aos sites de abaixo-assinados.

Baseado em informações é que criei um abaixo assinado, vocês também podem criar outros exigindo do poder público, providências cabíveis diante um processo, ou a ingerência do poder público perante a sociedade...

A Petição Pública é um sítio mais confiável que o avaz.org, pois não pede contribuições, ou seja, é totalmente gratuito (pelo menos por enquanto)...

Sei que muitos já assinaram, mas mesmo assim peço que reenviem para seus contatos, pesquisem o site, divulguem e se houver algum problema de ordem jurídica, ou outros que também criem os seus...

A participação dos cidadãos também faz parte para construção da verdadeira democracia, seja cidadão conscientize-se de seus direitos e deveres....

Quanto ao abaixo assinado que criei:

Criei este abaixo assinado na Internet com o intuito de informar a opinião pública sobre os acontecimentos de Corumbiara, e exigir da justiça que tome as providências cabíveis onde as vítimas passam a ser réus e os verdadeiros criminosos permanecem impunes e livres, sem nenhum processo contra eles...
O Abaixo assinado encontra-se no Petição Pública, que é um site que tem ajudado a várias causas...

Para assinar a Petição entre no Link:

http://www.peticaopublica.com.br/?pi=P2011N9768

Informações sobre Petição Pública Tirada do Próprio Sítio:

Não existia, até agora, um site nacional que disponibilizasse um serviço público para o alojamento de abaixo-assinados (também conhecidos como Petição Pública) online. O Petição Pública Brasil pretende constituir um serviço público de qualidade a todos os cidadãos brasileiros. A grande maioria dos sites de abaixo-assinados online são em língua estrangeira e não estão apresentados da melhor forma para a solidificação de uma petição pública nacional.

Fornecemos um dos mais antigos métodos de democracia, combinado com a última e mais moderna tecnologia digital de comunicação, disponível gratuitamente 24 horas por dia, 7 dias por semana, 365 dias por ano!

O site PeticaoPublica.com.br, fornece alojamento gratuito para abaixo-assinados (também conhecido por petições públicas).

Chegou a hora de fazer a diferença. Faça hoje um abaixo-assinado online no www.PeticaoPublica.com.br

Nota: Os abaixo-assinados aqui alojados não refletem direta ou indiretamente a visão do site PeticaoPublica.com.br, de seus associados ou patrocinadores.

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Comitê Nacional Solidário a Vitimas do Massacre de Corumbiara: MANIFESTO E CLAMOR POR JUSTIÇA!!!abaixo assinado

Comitê Nacional Solidário a Vitimas do Massacre de Corumbiara: MANIFESTO E CLAMOR POR JUSTIÇA!!!abaixo assinado: "ABAIXO-ASSINADO NACIONAL E INTERNACIONAL EM DEFESA DA LIBERDADE DE CLAUDEMIR GILBERTO RAMOS E CÍCERO PEREIRA LEITE NETO E INDENIZAÇÃO AS ..."

QUARTA-FEIRA, 27 DE ABRIL DE 2011

MANIFESTO E CLAMOR POR JUSTIÇA!!!abaixo assinado


ABAIXO-ASSINADO NACIONAL E INTERNACIONAL EM DEFESA DA LIBERDADE DE CLAUDEMIR GILBERTO RAMOS E CÍCERO PEREIRA LEITE NETO E INDENIZAÇÃO AS VITIMAS DO MASSACRE DE

CORUMBIARA RO-BRASIL

Destinatário:

Sra. Presidente da República Federativa do Brasil,

Srs. Presidente do Supremo Tribunal Federal Do Brasil,

Sr. Ministro da Justiça,

Sr. Presidente do tribunal de justiça de Rondônia,

Sr. Governador de Rondônia,

Pedimos aos cidadãos com espírito de justiça, no Brasil e no mundo, que assinem e divulguem este abaixo-assinado para a liberdade de Claudemir Gilberto ramos e Cícero pereira leite neto e indenização as vitimas do massacre de Corumbiara Ro.

LIBERDADE E JUSTIÇA E O QUE QUEREMOS!...

nós, abaixo-assinados, pedimos-lhes solenemente que investiguem novamente o caso Corumbiara ou um novo julgamento e seja feito justiça aos injustiçados e vitimas do massacre de Corumbiara (Ro) em 9 de agosto de 1995 Nos dos Comitês em Defesa por Justiça no Brasil, e indenização as Vítimas do Massacre de Corumbiara Rondônia lutamos em prol não só da Reforma Agrária, mas também pela paz e liberdade para os injustiçados no caso Corumbiara assim viemos nos manifestar junto à opinião publica contra as injustiças cometidas a 16 anos do acontecido as indenização as vitimas ate hoje não saiu do papel do governo do estado De Rondônia, Claudemir Gilberto Ramos e Cícero pereira leite neto dois camponeses foram condenados em agosto de 2000.

No nosso entender condenados injustamente sem provas nos autos do processo e os latifundiários continua impune ate hoje, queremos justiça Em favor das classes de trabalhadores menos favorecidas, Liberdade ao companheiro.

Claudemir Gilberto Ramos que está foragido

não da justiça mas da injustiça ao companheiro, condenado a 8 anos e meio em regime fechado, não tem liberdade convívio familiar, não tem um trabalho com dignidade nem se pode ter registro em sua carteira de trabalho vive se escondendo como se fosse bandido, dependendo de ajuda de alguns que sensibiliza com a causa, onde esta a justiça a este companheiro?

Companheiros, Povo, Sociedade Brasileira, entidades de classes sociais, cleros, etc. temos que nos unir e lutar por justiça não só no caso Corumbiara. Mas no contesto geral por justiça e igualdade Social.

Assine este abaixo assinado Colete assinatura Em sua Cidade.

(NOME: Nº RG–TITULO DE ELEITOR / ENDEREÇO–BAIRRO–CIDADE–ESTADO–PAIS)

Extraído de: http://camponescorumbiara.blogspot.com/2011/04/manifesto-do-comite-nacional-sp-em.html

Arquivo do blog