domingo, 21 de junho de 2015

LIVRO DESMATAMENTO, GRILAGENS E CONFLITOS AGRÁRIOS NO AMAZONAS





Um dos livros mais expressivos sobre o problema agrário na Amazônia. Fundado em sua experiência, o autor historiciza a situação da luta pela terra na região amazônica, enfatizando o drama vivido pelos seringueiros, índios, posseiros e caboclos ameaçados pelo avanço do latifúndio e dos agentes a serviço dos “grileiros” e grupos interessados em ocupar e se apropriar das riquezas da Amazônia.
















AUTOR: JOSÉ BARBOSA DE CARVALHO. 262, pg.
Informações e vendas direto com Autor: José Barbosa de Carvalho barbosa_sepror@hotmail.com ou na LivrariaValer Manaus, com entrega via Correios para todo o Brasil.

Página no Facebook:


Um dos livros mais expressivos sobre o problema agrário na Amazônia intitulado “Desmatamentos, Grilagens e Conflitos Agrários no Amazonas” do Engenheiro e pesquisador agrônomo José Barbosa de Carvalho.

A obra é fundada no estudo da situação de luta pela terra na região amazônica, enfatizando o drama vivido pelos seringueiros, índios posseiros e caboclos ameaçados pelo avanço do latifúndio e dos agentes a serviço dos “grileiros” e grupos interessados em ocupar e se apropriar das terras e riquezas da Amazônia.

Aproximadamente 15 milhões de camponeses simplesmente não têm nenhuma propriedade rural, o que por si só explica a intensidade dos conflitos de terra que a cada dia cresce, em que segundo o autor, 1% dos proprietários rurais controla 50% das terras agricultáveis, onde a maioria dessas terras simplesmente não está incorporada ao processo produtivo, cenário propício à conflitos.

A obra trata ainda da questão indígena, as grilagens de terra no Amazonas, os conflitos aquáticos e agrários, os desmatamentos e queimadas, a lei de regularização fundiária na Amazônia e as metas fixadas pelo Brasil no encontro de Copenhague (cop-15).

Desmatamentos, Grilagens e Conflitos Agrários no Amazonas, por apresentar uma pesquisa feita com precisão e riqueza de dados, serve como material de consulta obrigatória para professores, estudantes, profissionais de agronomia e todos aqueles que de uma forma ou outra vivem a questão agrária no Amazonas.

José Barbosa de Carvalho nasceu no ano de 1954 em Cambira, município de Jandaia do Sul, Estado do Paraná. Aos 16 anos de idade, chegou à Amazônia acompanhado da família que, incentivada pelo regime militar, fixou-se no km 101 da rodovia Transamazônica com o objetivo de “explorar” uma colônia do Incra, de cem hectares. Em 1973, transferiu-se para Manaus a fim de prosseguir seus estudos e trabalhar na construção do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes. Formou-se engenheiro agrônomo em 1984, pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Foi repórter do jornal Tribuna da Luta Operária e editor de o Tribuna da Chapada.

Desde então ocupou cargos de destaques na área da Administração Agrária no Estado, o ultimo deles é Assessor I, na Sepror, Secretaria de Estado de Produção Rural desde 2007.