quinta-feira, 1 de março de 2012

Folha Vitória - Caso Cassaro: Justiça decreta prisão de condenados pela morte de ex-prefeito de São Gabriel da Palha

29/2/2012 às 19h3 - Atualizado em 29/2/2012 às 19h3Fonte Folha Vitória direto da Redação Folha Vitória
Divulgação
Depois de 25 anos após o crime, os responsáveis pela morte do então prefeito de São Gabriel da Palha, Anastácio Cassaro, vão para acadeia. Carlos Smith Forta, Fernando Lourenço de Martins, Jorge Antônio Costa, Luiz Carlos Darós e Edvaldo Lopes de Vargas tiveram prisão decretada na tarde desta quarta-feira (29) pela 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES).

Os desembargadores reuniram-se para apreciar a apelação criminal dos cinco acusados, que pretendiam a anulação do Tribunal do Júri, realizado em 2011, que os condenou à prisão e, ainda, o pedido de prisão cautelar feito pela assistência de acusação para garantira aplicação da lei penal. A anulação foi rejeitada por unanimidade.
O relator do processo, o desembargador-substituto Jorge Henrique Valle dos Santos, rejeitou o pedido de anulação do júri e acolheu o pedido de prisão cautelar dos condenados. Neste item, o desembargador Ney Batista Coutinho, revisor do voto, discordou da prisão, mas o relator foi acompanhado pelo desembargador-substituto Jaime Ferreira Abreu e a prisão foi decretada por 2 votos a 1, em acórdão anunciado pelo presidente da 1ª Câmara, desembargador Sérgio Bizzoto Mendonça.
Os cinco envolvidos na morte de Anastácio Cassaro passam a cumprir as seguintes penas, impostas pelo Tribunal do Júri, em dois julgamentos distintos realizados no ano passado: primeiro júri – Carlos Smith Forta, o “Rosquete”, a 15 anos; segundo júri – Edvaldo Lopesde Vargas (18 anos), Fernando Lourenço de Martins (17 anos), Jorge Antônio Costa (15 anos) e Luís Carlos Darós (17 anos).
Durante a sessão o auditório ficou lotado, principalmente por participantes do Movimento Justiça Brasil, que reúne parentes de vítimas de crimes cujos acusados de cometê-los continuam impunes. A decretação da prisão dos cinco condenados pela morte de Anastácio Cassaro foi acompanhada, ao lado da mãe, pela filha do prefeito, Sandra Cassaro, que, bem emocionada, declarou: “É um sonho ver presos os homens que mataram meu pai. É o final de uma luta, o enterro da impunidade do caso Cassaro”.
Dentre as pessoas que acompanharam o julgamento da apelação criminal estava o contador Márcio Nakashima, irmão da advogada Mércia Nakashima, assassinada em São Paulo, supostamente, pelo ex-PM e advogado Mizael Bispo de Souza, que se entregou nos últimos dias.

Conforme o Original:
Folha Vitória - Caso Cassaro: Justiça decreta prisão de condenados pela morte de ex-prefeito de São Gabriel da Palha

Arquivo do blog